Carregando...

- 2021

Por Marina Robi

Grande parte dos problemas de produtividade e de queda de eficiência das operações logísticas está ligada a gargalos e outros fatores que acabam por comprometer a boa execução das tarefas do dia a dia.

A otimização dos processos logísticos vai atuar na redução de custos, que podem ocorrer por queda na produtividade, além de minimizar também despesas com etapas pertinentes ao supply chain. Uma vez que se tem desenvolvida uma estratégia e planejamento adequados, as empresas ficam livres para tornar suas operações muito mais produtivas e eficientes, diminuindo de forma significativa seus gargalos logísticos, impactando também o cliente final. Com os processos bem definidos e com menos impedimentos, a entrega dos produtos se dá de forma mais eficiente.

 

Importância dos processos logísticos

Esses processos são o conjunto de ações desempenhadas pelas empresas a fim de executar o planejamento, melhorando o controle da logística referente a mercadorias e matérias primas, abrangendo desde negociações com fornecedores, até a entrega do produto final. Sempre considerando todos os fluxos existentes, em cada etapa.

Benefícios de sua otimização

A otimização desses fluxos é vital e deve ser feito por todos os tipos de empresas, independentemente de seu tamanho ou segmento.

Entre seus benefícios podemos citar:

  • Permitir a identificação de desperdícios, gargalos e melhorias
  • Proporcionar maior compreensão dos processos
  • Desenvolver os fluxos de comunicação
  • Entregar um planejamento mais detalhado dos recursos necessários para a execução das tarefas.

Como começar essa otimização

Para garantir que as atividades das empresas estejam com seus procedimentos alinhados e otimizados, é necessário que os gestores tomem algumas ações. Abaixo listamos etapas e dicas importantes:

 

Mapeamento de atividades e processos

O primeiro passo é mapear e delimitar todas as atividades e procedimentos da empresa. Dessa forma, será possível ter um maior e mais amplo entendimento do funcionamento e das interligações das operações do dia a dia. Assim, será mais fácil começar sua otimização.

Dentro desse mapeamento, é interessante que a empresa faça também a identificação do tempo necessário para cada atividade, quais as tecnologias utilizadas e quem serão os responsáveis, permitindo identificação de possíveis falhas e o planejamento de ações para solucioná-las.

 

Correção de falhas

Corrigir as falhas identificadas é essencial e, nesse momento, é necessária uma análise mais aprofundada dessas imprecisões, para entendimento de como elas surgiram, quais seus motivos e como devem ser solucionadas. É recomendável que se faça o detalhamento e aprimoramento até das tarefas mais simples.

 

Monitoramento do desempenho

De nada adianta desperdiçar tempo e recursos na otimização dos processos logísticos, se não for realizado, posteriormente, um trabalho minucioso para monitorar o desempenho destas tarefas, após as mudanças.

Assim, a etapa de análise e de controle de resultados é essencial e ela será a responsável por identificar se as ações e melhorias foram implementadas com sucesso ou se ainda resta alguma otimização a ser feita.

 

Existem algumas tecnologias que podem auxiliar sua empresa durante essas ações, como o ERP e o WMS (warehouse managment system), tornando a otimização dos processos uma tarefa mais fácil e dinâmica. Por isso é essencial investir em boas tecnologias, que economizarão tempo e recursos preciosos para sua empresa.

Valcom Brasil

Valcom do Brasil © Copyright 2021. Todos os Direitos Reservados.